História

Nossa reflexão acerca do tema do lixo iniciou-se no ano de 2006 em Curitiba quando enfentamos a demanda por adubação em nossa horta, na Associação Casa da Videira. Encontrar os materiais necessários para compostagem dentro da cidade nos fez olhar para o lixo urbano com outros olhos, pois podas de grama, folhas, restos de vegetais passaram a ser elementos preciosos para nossa necessidade.

Essa prática nos levou as seguintes perguntas:

Se cada família começar a cuidar do seu lixo, poderemos diminuir nosso impacto sobre a contaminação/degradação do solo e dos rios da nossa cidade?

Será que é certo tirar o problema da nossa frente e colocar diante do nariz do outro?

Como é que nossos avós faziam antes de haver coleta de lixo e aterros sanitários?

Descubrimos que esse movimento já vinha com força na Europa, América do Norte e Austrália, incentivando a compostagem doméstica diminuindo a necessidade de aterros sanitários.

Foi então que iniciamos nossa primeira ação:  a Lixeira Viva. Um negócio social que disponibiliza a técnica e materiais para a construção de kits de compostagem em Curitiba e região. A idéia deu certo, se espalhou e começamos a receber pedidos de outros estados. Mas a intenção inicial de ser local e criar relacionamentos nos fez tomar outro rumo.

Foi assim que surgiu o movimento “do meu lixo cuido eu”, que estimula a criação de redes de cooperação em torno do tema do manejo dos resíduos urbanos que atuam localmente através do processo de compostagem, preciclagem e criação de pequenos animais.

Anúncios

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: